Sobre Nós.

Quem Somos

Lynx (EN) or Lince (PT)
A (masculine) noun

0\(temos sempre de começar por algum lado…)

Não costumamos enumerar a começar no zero. Decidimos aqui fazê-lo não só porque este ponto é uma espécie de introdução aos seguintes, como o zero é o protagonista de uma odisseia intelectual que mudou o rumo das ciências exatas e trouxe novas reflexões para a história do conhecimento. O receio diante do zero vem desde a Idade Média: os povos medievais ignoravam-no. Com o zero, qualquer um poderia fazer contas. Seria uma revolução para os matemáticos da altura.

+

O nada que gera tudo:
O zero é um número subversivo considera o matemático americano Robert Kaplan: “Ele obriga-nos a repensar tudo o que alguma vez já demos por certo: da divisão aritmética à natureza de
movimento, do cálculo à possibilidade de algo surgir do nada”, afirma. Tornou-se fundamental para a ciência, da computação à astronomia, da química à física. O cálculo integral e diferencial,
desenvolvido por Newton e Leibniz, seria inviável sem o zero, dizem os especialistas. O cálculo integral está na base de tudo o que a ciência construiu nos últimos 200 anos.

Somos dos números e das ciências exatas. Do rigor e da precisão. E, tal como a objetividade do dicionário, nada melhor para nos descrever do que este utensílio de compilação exata de palavras. Não só pela sua precisão mas também pela sua origem e evolução. Mas da origem já lá vamos em baixo.*


1\[ZOOLOGIA] mamífero da família dos Felídeos, com visão excelente, patas largas e um tufo de pêlos longos em cada pavilhão auricular, que vive em florestas e em zonas de vegetação densa.
Existem várias espécies de lince, as principais são:
Lynx pardinus.
Lynx canadensis.
Lynx lynx.
Lynx rufus.
+

(Não somos os primeiros a fazer Gestão de Ativos e também não seremos os últimos. Mas temos em “número um” o nosso fundo de alocação e acima de tudo os nossos clientes). Lince é para nós mais do que um felino. É uma referência de força e velocidade. A nossa força e agilidade são a nossa essência e vêm da nossa capacidade de adaptação ao meio, mercados e ao cliente, de melhor servirmos os seus objetivos e necessidades. Por isso, desenvolvemos e partilhamos várias soluções e produtos.

2\ter olhos de lince [figurado]
ter visão excecional
+

(Temos também dois tipos de serviços de gestão consoante a tipologia do cliente – particular ou institucional).
Referimo-nos a “lince” também quando falamos da nossa verdade e transparência.
O lince consegue ver de forma clara e certeira, devido aos seus olhos refletores. Também nós queremos mostrar as coisas como são e partilhar uma visão com os nossos clientes. A de que é possível alinhar os seus interesses com os nossos e ser consistente. Essa agudeza de olhar transmite também o nosso querer ir para além do óbvio, ver o que para muitos ainda não é possível, e estar um passo à frente do nosso tempo.

3\[ASTRONOMIA] constelação boreal
+

(E, falando de linces, as chitas conseguem acelerar de 0 a 70km/h em três segundos!)
Porque, além de olhos de lince, temos visões fortes e queremos inovar, ser uma força geradora constante de ideias. Provavelmente como a própria luz dos olhos de lince inspirou a inovação em determinadas áreas como a Astronomia, inspirando-se no nome “lince” para classificar a própria constelação do hemisfério celestial norte, ou a “Accademia dei Lincei”, uma das mais antigas sociedades científicas fundada em 1603 e pela altura do Renascimento, por iniciativa de Federico Cesi, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento das ciências.

4\Do grego lýgx, «idem», pelo latim lynce-, «idem»
+

(A constelação Lynx tem quatro estrelas principais.)
A própria origem grega da palavra já significava luz, e acredita-se que terá sido esta palavra que inspirou a designação deste animal.

Mas não somos só dos números e do rigor.

Tal como William Bruce Cameron disse: “Nem tudo o que pode ser contado conta. Nem tudo o que conta pode ser contado.” Há números que não se vêem. Porque não somos apenas de transações mas de relações. E de confiança.

 

“Nem tudo o que pode ser contado conta. Nem tudo o que conta pode ser contado.”

William Bruce Cameron

Somos das ligações.
Lynx também são links.

“Lynx” foneticamente também significa “links”. E para nós é disso mesmo que se trata – de ligações. Somos genuinamente preocupados com os nossos clientes e queremos compreender e responder às suas dificuldades e dúvidas. Queremos ser um facilitador da compreensão do mercado acompanhando-o de perto neste caminho de aposta nos seus valores. Porque quando falamos de valores, é disso mesmo que se trata, de relações de confiança e transparência, e não apenas de números complexos.

OS NOSSOS VALORES

1/ Competência
2/ Transparência e Integridade
3/ Independência
4/ Dinamismo
5/ Inovação

E dos números ainda...
O Renascimento.

O matemático português J. Tiago Oliveira partilha que “O acaso é a única coisa que não acontece por acaso.” E queremos acreditar que a propósito de sermos “links”, de procurarmos a luz dos olhos de lince, de nos basearmos no rigor e nas ciências como a constelação “Lynx” da Astronomia e a “Accademia dei Lincei”, onde marcou presença e conhecimento Galileu na altura do Renascimento, tudo se complementa de alguma forma – ocasional ou não – para nos inspirarmos nos valores do Renascimento e do Iluminismo que asseguraram a passagem da Idade Média para a Idade Moderna. Estes movimentos representaram em si a inspiração necessária para a formação dos Estados Modernos e para a construção de uma sociedade mais justa e livre para todos. Foi neste momento de viragem que o sistema de ensino se estendeu a todos para além das elites.

É num momento de viragem que também nos encontramos, após as lições de 2008 dos mercados, os investidores exigiram um novo modo de estar: de sabermos o que é suficiente depois de sabermos o que é demais, tal como William Blake já poetizava no século XVIII (“You never know what is enough unless you know what is more than enough.”). Tal como no Renascimento, queremos revalorizar o Homem como um ser completo e integrado, com a plena expressão das suas faculdades físicas, morais e espirituais, incentivando o espírito de pesquisa. Pois o Renascimento foi, especialmente, progresso, deu ao homem do Ocidente maior compreensão do mundo. Este espírito renascentista deu origem à cientificidade e ao Iluminismo que defendia a reforma da sociedade.

“You never know what is enough unless you know what is more than enough.”

William Blake

A NOSSA PERSONALIDADE

1/ Fortes
2/ Próximos
3/ Descomplexados
4/ Perspicazes
5/ Curiosos
6/ Inconformados, porque procuramos estar um passo à frente do nosso tempo

Evolução & transformação.

Reforma, evolução ou transformação é aquilo que procuramos com e para os nossos clientes e para a sociedade em geral. Não nos resignamos, somos dinâmicos e queremos ir sempre mais além. E é por isso que investimos nos seus valores e na compreensão do mercado:

– Investimos o nosso tempo e as nossas energias em criar as melhores soluções e na produção de conteúdos que visam aumentar a literacia financeira dos investidores em particular e da sociedade em geral.
Transformamos as dificuldades em oportunidades, como aproveitar as lições pós-2008 para investir na literacia financeira e participar numa sociedade mais informada, porque isso trará benefícios para a maioria, como jogar com a volatilidade a nossa favor e beneficiar com os micro-ciclos no mercado, porque isso trará benefícios para os nossos clientes.

Queremos ser visionários, mas consistentes.

Queremos ser Leonardo da Vinci que inspirou a passagem para a Idade Moderna e queremos ser Nelson Mandela que inspirou a igualdade e união. Os dois igualmente visionários. Os dois marcos na sociedade atual. Desde 2008 que operamos no mercado, com um conjunto de acionistas a quem muito devemos o nosso crescimento. Hoje, com o compromisso LYNX, alargámos o leque e queremos crescer alicerçados na boa performance e no dinamismo. Tal como Da Vinci e Mandela, queremos participar na edificação da nossa riqueza, material e intelectual. Queremos sonhar com um mundo equilibrado. Por isso, construímos todos os dias o amanhã. Para imaginar o futuro consigo. Ou para imaginar o futuro connosco. De qualquer das formas, imagine all the future.

“Para imaginar o futuro consigo. Ou para imaginar o futuro connosco.”
Imagine all the future.

*Acaso ou não:
Foi somente no fim da Idade Média que houve o surgimento de dicionários e glossários organizados alfabeticamente. O estilo de dicionário que usamos atualmente foi incorporado no Renascimento com o objetivo de traduzir as línguas clássicas para as modernas.