Sobre o seu futuro.

Dicionário Financeiro


OBL

dívida pública alemã de cinco anos.

Obrigações

títulos negociáveis de dívida de longo-prazo emitidos por estados, bancos, empresas e agências supranacionais, caraterizadas por terem um “face value” de 100% aquando da emissão e um resgate na maturidade igualmente a 100%.

Obrigações de curto-prazo

títulos com maturidade à volta dos dois anos.

Obrigações de longo-prazo

títulos com maturidade igual ou superior a dez anos.

Obrigações de médio-prazo

títulos com maturidade à volta dos cinco anos.

Obrigações de taxa fixa

títulos de dívida em que a taxa do cupão fica pré-definida à partida.

Obrigações de taxa variável

títulos de dívida em que a taxa de cupão é indexada a um determinado benchmark (euribor, libor, etc…).

Obrigações seniores

chamam-se obrigações seniores ao tipo de obrigações que, em caso de falência do emitente, prevalecem sobre todas as outras (subordinadas, ações preferenciais, ações ordinárias) em termos dos direitos dos investidores.

Obrigações subordinadas

já são consideradas instrumento de capital, prevalecendo apenas sobre as ações preferenciais e as ações ordinárias.

Opções

é um contrato em que o seu detentor (comprador ou vendedor de opções) tem o direito, mas não a obrigação de comprar (call) ou vender (put) um determinado montante de ativo específico (subjacente) a um preço pré-determinado (strike price), numa (opção europeia) ou até uma (opção americana) data específica. Por deter este direito, o detentor de uma opção paga um prémio.

Overnight

Operação em mercado monetário, começando “hoje” e terminando “amanhã”.